Roteiro Eno-gastronômico

Confira algumas opções localizadas próximas ao Brasil que permitem uma viagem rápida e prática, de apenas alguns dias

Roteiro Eno-gastronômico

 

Para quem adora aproveitar viagens eno-gastronômicas, que além da degustação de um bom vinho, oferecem lindas paisagens e belos pontos turísticos, saiba que existem diversas opções ao redor do mundo todo.


E a boa notícia é que se você não está preparado para fazer uma viagem longa nesse momento, existem algumas opções bem perto da Cordilheira do Andes, tanto do lado argentino como do chileno.


Se quiser aproveitar uma viagem fácil de fazer, acessível e sem a necessidade de grandes conhecimentos do local ou do idioma, confira as dicas:


Argentina 


Melhor região para visitar: província de Mendoza (central).

Mendoza localiza-se nas bordas da Cordilheira dos Andes e é a maior cidade da província, destacando-se por diversos aspectos. Ela é uma região desértica, mas obtém água por meio do degelo da cordilheira. Toda região é produtora de uva, vinhos, azeite, alho, maça e pêssego. No local, para degustação de vinho, destacam-se Luján de Cuyo, San Rafael, San Carlos, San Juan e Vale do Uco, cuja especialidade é a uva tinta Malbec (a mais plantada) e a branca Torrontés.

 

Escorihuela Gascón


A vinícola Escorihuela Gascón é um forte destaque e merece ser visitada. Sua parte antiga e histórica fica localizada dentro da cidade. Apresenta bons vinhos e possui um grande diferencial: o restaurante 1884 (data da fundação da vinícola) que é considerado um dos melhores da Argentina. O chefe é o renomado Francis Mallmann, considerado o “rei do fogo”. Além disso, a vinícola pertence ao grupo Catena, que é apaixonado pelo jogo de Polo.


Pulenta Estate 


É um dos maiores destaques da Argentina e possui uma linha espetacular de vinhos de alta qualidade. Os proprietários da Pulenta também representam a Audi e a Porche na Argentina e, por isso, possuem alguns motores dentro da própria vinícola e algumas garrafas com edição especial.


Chile 


Atravessando a cordilheira, o lado chileno também possui diversas vinícolas excelentes. E é de extrema importância despender pelo menos dois dias em Santiago, uma cidade linda, agitada, moderna e com muitas opções de lazer. No quesito vinho, as uvas tintas mais plantadas são a Cabernet Sauvignon e a Carmenere, e as brancas são Sauvignon Blanc e Chardonnay.

 

Um dos maiores grupos chilenos é o Belen, que possui as seguintes marcas: Morandé, Vistamar, Mancura, Tirazis e Zorzal. E o melhor é que podem ser visitados em um único local: o House of Morandé, um lugar com linda paisagem e um espetacular restaurante. Lá você terá a oportunidade de degustar os vinhos das diversas partes do grupo, vindo de distintas regiões, além de apreciar uma boa refeição. O local é de fácil acesso, paralelo à rodovia principal e conta com uma Bodega, um empório, uma loja, um restaurante e um wineshop.

 

 



Sobre o autor: Editora Luxor

Editora Luxor

Redação Editora Luxor